Noticia

Câmara aprova projeto que inviabiliza Uber

Fala galerinha do Frango Nerd, estamos de volta com uma notícia difícil de engolir, a Câmara aprova projeto que inviabiliza Uber, os caras do PT querem parar o Uber no Brasil, sempre tentando de alguma maneira prejudicar a gente…..e laia.

Ontem a Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que pode inviabilizar aplicativos de transporte como Uber, 99, Easy e Cabify.  Atualmente o Uber, que foi o primeiro aplicativo da categoria no Brasil, atende mensalmente mais de 13 milhões de pessoas em aproximadamente 50 cidades.

Leia também: Ford vai criar aplicativo de transporte

 

camara-aprova-projeto-que-inviabiliza-uberUma emenda no texto base (que substitui o projeto original) foi apresentado pelo Deputado Carlos Zarattini (PT-SP), que altera a classificação desse tipo de serviço, de natureza privada para natureza publica. Lembrando que o texto original foi aprovado por um consenso formado de líderes de partidos durante a tarde em Brasilia, que autorizava a atuação Uber, 99, Easy e Cabify, entre outras, mas estabelecia que cabia ao poder municipal a regulamentação para essa modalidade de transporte urbano.

Agora com essa emenda o Deputado Petista sugere que uma nova permissão seja emitida pelas prefeituras e concedida individualmente, que as mesmas cobrem pelas licenças como se fossem táxis, só que sem beneficios de isenção de impostos, todas as cidades que ja atendem com o serviço – cidades de São Paulo e Vitória e no Distrito Federal entre outras – deverão se atualizar.

O projeto agora será encaminhado ao Senado. Nada muda até que ele seja aprovado pelos senadores e, em seguida, se não houver mudanças, sancionado pelo presidente Michel Temer, que pode vetar alguns pontos, e vamos torcer para que vete tudo…

 

 

“Essa exigência inviabiliza por completo o serviço de transporte em carros particulares por meio de aplicativos”, disse o deputado federal Daniel Coelho (PSDB-PE), autor do substitutivo ao projeto de lei. “É um desastre completo. Os deputados colocaram o corporativismo de uma classe, a dos taxistas, à frente do interesse coletivo de toda uma população”, afirmou

Vamos entender na pratica: Hoje podemos pagar menos com o Uber ou os demais apps de transportes, e cabe as prefeituras regularizar do jeito que acharem melhor, se a lei é sancionada pelo Presidente, tudo será proibido, nós voltaremos ao tempo onde só teremos a opção de taxi ou busão, como sempre a populção a merce dos Ptistas e Governos retrógrados, ficaremos assim até que os municípios legislem sobre o tema, algo que, no Brasil, pode demorar anos ou décadas – haja visto o projeto de lei sobre a terceirização, que ficou quase duas décadas parado no Congresso.

“O projeto de lei propõe uma lei retrógrada que não regula a Uber no Brasil, mas tenta transformá-la em táxi, proibindo então esse modelo de mobilidade”, afirmou a Uber em nota oficial divulgada depois da votação na Câmara.

“O projeto segue agora para o Senado, onde o debate sobre a tecnologia deve continuar, garantindo que seja ouvida a voz de milhões de pessoas no Brasil que desejam ter seu direito de escolha assegurado”, diz a companhia.

 

Fonte: MSN

Clique aqui para comentar

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Topo